Mensagens

Cuidados Continuados: Combater a iliteracia sobre o que são as ECCI «é uma prioridade»

Imagem
www.justnews.pt          13.11.2017
"Combater a iliteracia sobre o que são as equipas de cuidados continuados e integrados (ECCI) deve ser uma prioridade", afirma Manuel Lopes, coordenador da Comissão Nacional para a Reforma dos Cuidados Continuados e Integrados. O responsável participou no III Congresso de Serviço Social do Centro Hospitalar Lisboa Central (CHLC), onde alertou para o facto de “os cuidados de saúde primários referenciarem pouco para as ECCI”. 

O Congresso, que decorreu a semana passada, foi realizado em parceria com o ISCTE, e teve como temática central “Conhecimento e Prática Interdisciplinar na Saúde”.



Foram várias as assistentes sociais e outros profissionais de saúde, bem como alunos de Serviço Social, que estiveram presentes e que escutaram o alerta de Manuel Lopes numa mesa redonda sobre “O Serviço Social como Elo na Resposta Integrada em Saúde". 

“Tenho feito um esforço para me reunir com as USF e as UCSP e fiquei estupefacto pelo desconhecimento que…

Na Edição de 2016 da Conferência Nacional dos Apostolado dos Leigos

Imagem
NÃO PERCA A EDIÇÃO DESTE ANO.
Veja o programa aqui




Políticos em cadeiras de rodas, já!

Imagem
LAURINDA ALVES     OBSERVADOR      14.11.2017 Enquanto os políticos não percorrerem as suas cidades em cadeiras de rodas ou a empurrar cadeirinhas com bebés e crianças, mas também com velhinhos e doentes, não sabem o que custa a vida. Digam o que disserem, Marcelo Rebelo de Sousa faz aquilo que todos os políticos e todos os cidadãos que representam cidadãos, e mereceram o seu voto de confiança, deviam fazer: ir ao terreno, saber como vivem as pessoas, e em que circunstâncias, para poderem actuar com precisão e diligência. Faz-me sentido ver um Presidente da República sentado no chão ao lado de pessoas sem-abrigo, a conversar, a servir refeições, a ouvir o que têm a dizer, ou a abraçar, simplesmente, aqueles a quem faltam as palavras. Não fico mais nem menos comovida por Marcelo definir novas prioridades na agenda de um PR. Simplesmente faz-me sentido, ponto. Aliás, não me faz sentido absolutamente nenhum que outros políticos não o façam. Nunca percebi como é que se pode melhorar, por e…

O que verdadeiramente interessa no fim da vida

Imagem

Amizade improvável numa sala de espera

#thisisportugal

Imagem
ALBERTO GONÇALVES               OBSERVADOR                11/11/2017
Sendo um cidadão atento, fui a correr descobrir o que é a Web Summit. Pouco depois, regressei a correr ainda mais. De medo. Só alguns dos oradores indígenas bastariam para assustar um herói de guerra.
Sendo um cidadão atento, fui a correr descobrir o que é a Web Summit. Pouco depois, regressei a correr ainda mais. De medo. Só alguns dos oradores indígenas bastariam para assustar um herói de guerra: o dr. Costa (que, ficámos a saber, fala tão bem inglês quanto português), o prof. Marcelo, o eng. Guterres, o sr. Figo, dirigentes do futebol, senhores da banca e ilustres matarruanos em geral. Em suma, política, bola, Estado e a previsível tralha da “influência” e do compadrio. De brinde, o dr. Louçã, cuja presença num evento alegadamente dedicado a ideias novas é comparável a convidar Stephen Hawking para abrilhantar o carnaval de Torres Vedras.
Para cúmulo, tamanha maravilha aconteceu no exacto momento e na exacta cidad…